Jejum Intermitente – Devo fazer?

– O que é? O Jejum Intermitente (JI) é alternar períodos (algumas horas) de jejum com períodos de alimentação normal.
– Como faz? Os estudos que testaram o JI usaram diversos protocolos diferentes, entre os mais comuns estão:

✅ jejum em dias alternados (um dia de alimentação normal e no outro jejum ou alimentação bem restrita, por volta de 500 kcal)

✅ todo dia períodos entre 16 e 18 horas de jejum x o restante das horas se alimentando.

✅ 5 dias normais x 2 dias em jejum.
– Tem benefícios? Vários estudos de curto prazo (entre 8 e 12 semanas, em média) mostram que pode ser uma boa estratégia para perda de peso/emagrecimento. E alguns outros mostram que a restrição calórica que pode ser feita através do jejum, a longo prazo pode trazer benefícios para longevidade, retardando alguns impactos do #envelhecimento.

– Serve para todos? Não! Consulte seu especialista para avaliar com você se se encaixa ou não na sua necessidade/objetivo.
– Quais são os casos que não se deve fazer? Em vários, mas o que os mais frequentes:

✅ para quem tem compulsão alimentar, tem que ser avaliado com muito cuidado, no período em que pode comer, a pessoa pode usar a compensação e comer muito mais e se “punir” com períodos de jejum.

✅ se seu objetivo é ganho de massa muscular, também pode não ser uma boa estratégia.
– Posso comer qualquer coisa no período de alimentação liberada? Como diz meu filho número 2 – Lucas: Nem pensar!! Essa estratégia não dispensa você de procurar uma alimentação equilibrada e escolhas de boa qualidade! Na verdade, isso deve vir antes de iniciar o JI!
👩🏽‍⚕️ Opinião da Doc: assim como o comer de 3/3h, o JI é um estilo e estratégia alimentar conforme for seu objetivo e rotina diária. Você tem que escolher aquilo que melhor se adapte a você, não pode ter sofrimento! Só assim você conseguirá manter, qualquer que seja a estratégia que você escolha, por mais tempo e conquistar um resultado duradouro.
Tem mais dúvidas? Coloca nos comentários!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!